Mensagem do Director Geral | Pré-Inscrição

INSTITUTO POLITÉCNICO DE TECNOLOGIA & EMPREENDEDORISMO

Sucesso 100 Limites

Boletim Informativo

#

ALTERAÇÃO DO LOCAL DE GRADUAÇÃO

#

IPET acolhe feiras de turismo e de empreendedorismo

#

PÉRIPLO DOS ESTUDANTES

#

Viga Holding capacita colaboradores

#

IPET coopera com ATM

#

Festa rija dos trabalhadores

#

Estudantes visitam BVM

#

IPET debate empreendedorismo juvenil

#

IPET assina acordo com MISAU

#

IPET gradua em Nampula

#

IPET gradua na Beira

#

IPET projecta campus universitário no Chiango

#

IPET cria delegação de Niassa

#

IPET lança ensino à distância

#

Exposição Comunitaria e Empreendedora no IPET

#

Entrega do "Cartão EU" aos estudantes do IPET

#

Assinatura do Memorando entre o IPET e o ISDB

PÉRIPLO DOS ESTUDANTES

PÉRIPLO DOS ESTUDANTES Oitenta e trôs estudantes do Instituto Politécnico de Tecnologia e Empreendedorismo (IPET) divididos em dois grupos, deixaram último sábado a capital do país, Maputo, com destino a Massingir e Vilanculos, com o objectivo de consolidar conhecimentos teóricos e práticos sobre a geologia, mineração, petróleo, gás e hidrocarbonetos, numa iniciativa da inistituição em parceria com a Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH) e SASOL.

Deste universo de estudantes, 37 são do curso de Geologia e Mineração que irão visitar a Barragem de Massingir, fazer o mapeamento geológico, identificar e descrever o tipo de rochas existentes no local.

O outro grupo de 46 estudantes é do curso de Petróleo e Gás que irá visitar os campos da SASOL com vista a observar as técnicas de perfuração, extracção e armazenamento de gás. Este grupo irá igualmente visitar os projectos de Pande e Temane, o primeiro empreendimento de produção comercial de grande escala de gás natural em Moçambique.

Em vilanculos, os estudantes do IPET terão igualmente o privilégio de conhecer os projectos em curso e outros em carteira, nomeadamente, o Gasoduto entre Ressano Garcia e Matola; os Projectos de geração de electricidade com base no Gás; a produção de gás natural em pequena escala.

Os dois grupos regressam à capital do país esta sexta-feira com muitos conhecimentos aprofundados sobre a matéria.

Enquanto isso, outros 35 estudantes desta instituição (IPET) iniciaram, esta terça-feira, um trabalho de campo de três dias nos distritos de Moamba, Marracuene, Boane e Namaacha com o objectivo de consolidar conhecimentos teóricos e práticos. Trata-se de estudantes do curso de Geologia e Mineração que vão estabelecer o contacto directo com as potencialidades rochosas e descrever as bacias sedimentares existentes naqueles distritos da província de Maputo.